Escritório de Advocacia em Ituverava inova com petição em vídeo

Valeriano e Migliorini é pioneiro no interior do estado na utilização da tecnologia; ferramenta facilita
a comunicação com os juízes, principalmente em despachos e memorandos.

A firma de Advocacia Valeriano e Migliorini em Ituverava inova com petição em vídeo. Conforme explicaram os profissionais do escritório, o juiz ao receber a petição do advogado, observará a presença de um Qr Code que quando adaptado e clicado pelo seu celular abrirá um vídeo explicativo da petição. O QR Code é uma espécie de código de barras, que pode ser escaneado por câmeras de celulares por meio de um aplicativo que redireciona para um link com conteúdo publicado na internet. No caso, o QR Code encaminha o juiz para um vídeo que explica a
petição protocolada. Em entrevista, os advogados explicam as vantagens e a importância da utilização da tecnologia para os profissionais, juízes e clientes. Eles falam também como surgiu a ideia e quais ações serão usadas
com a nova ferramenta, que acompanha a rapidez das novas tecnologias. Aos clientes, mais efetividade em suas demandas urgentes, e um menor gasto com o deslocamento do advogado. O escritório Valeriano
e Migliorini conta com os advogados: Daiane Cristina de Oliveira Valeriano, advogada, OAB 417-296, pós
graduanda em Direito Civil e Empresarial; pós graduanda em Direito Penal e Processo Penal. Weverton Lucas Migliorini, advogado, OAB 411.531, pós graduando em Processo Civil e Ciências Criminais.
Leia abaixo a entrevista sobre o assunto com profissionais da Firma de Advocacia Valeriano e Migliorini.

Progresso: Como surgiu a ideia de criar o novo sistema de petição em vídeo?
Valeriano e Migliorini: A advocacia está em constante mudança, facilitando a cada dia e cada vez mais
a vida dos operadores do direito, a ideia surgiu por meio do nosso mentor Dr. Euro Júnior, que além de
advogado também é Corregedor Federal. Ele nos motivou a implementar o sistema de petição em vídeo, como meio de inovação no judiciário.
Progresso: Quais profissionais estão atuando com este novo sistema?
Valeriano e Migliorini: A Firma Valeriano e Migliorini é Pioneira no interior. Esta foi a primeira petição do escritório com a tecnologia, mas ela vai continuar sendo aplicada.
Progresso: Por que iniciaram este novo sistema?  Desde quando é autorizado pelo Poder Judiciário?
Valeriano e Migliorini: A ideia é de fazer inovação disruptiva: fazer diferente e de forma mais adequada
algo que já existe. Nesse aspecto conceitual encaixa-se a boa ideia do escritório. A ferramenta é lícita
pois o artigo 188 do novo Código de Processo Civil diz que os atos e termos processuais independem
de forma determinada, e ressalta que são válidos todos os atos que, independentemente da forma que são praticados, preencham a finalidade essencial.
Progresso: Qual a vantagem para os profissionais? Para o Juiz? Qual a importância para os clientes?
Valeriano e Migliorini: Acreditamos que a ideia vai se espalhar por outros escritórios, evitando gastos
com idas até os tribunais para despachar com ministros e desembargadores. “O advogado de São Paulo, por exemplo, poderá gravar um vídeo e apresentá-lo a um ministro em Brasília, sem necessitar do deslocamento”.
Quanto aos Juízes, a ideia é que a ferramenta facilite a comunicação com os juízes, principalmente em despachos e
memorandos.  E aos clientes, mais efetividade em suas demandas urgentes, e um menor gasto com o deslocamento
do advogado. O segmento jurídico ainda é bastante conservador, e por isso está em colapso. Diante do mundo cada
vez mais exigente, onde a transparência e rapidez tornam-se produtos de primeira necessidade, os modelos tradicionais de fazer o Direito tendem a mudar.
Progresso: Este novo sistema será adotado por todas as ações?
Valeriano e Migliorini: A ideia será aplicada em ações que demandam urgência, despacho pessoal
com o juiz, memorandos, e ações que demandam mais atenção.
Progresso: Quais as áreas que atuam?
Valeriano e Migliorini: Somos um escritório full-service com atuação em 8 áreas do direito, que oferece uma estrutura diferenciada com grupos setoriais e sistemas formados por advogados considerados experts pelo
mercado.